Fale Conosco+55 (49) 99804-4550
Postado em 06 de Abril às 11h30

PAPO DE PROFISSA: Como você faria uma prova sem linha de chegada?

  • Vidas Corridas -

Olá Corredores!

Se a Pandemia fosse uma prova ela seria o equivalente a uma Backyard Ultra.


Uma Backyard Ultra é uma ultramaratona na qual os participantes precisam completar 6706 metros (4.167 milhas) uma vez a cada hora, totalizando 100 milhas a cada 24 horas. O tempo restante da hora é usado para recuperação para os próximos 6706m. A corrida termina quando restar um único participante.

Segundo seu idealizador, Gary Cantrell, os participantes deste tipo de prova podem ser divididos entre: 1) os que querem terminar uma certa distância, 100, 150, ou 200 milhas, por exemplo, e param após alcançarem esta meta; e 2) os que querem enfrentar seu limite, e continuam até serem vencidos pelo cronômetro.

O segundo grupo se preocupa principalmente em terminar cada 6706m dentro do prazo. Segundo Johan Steene, vencedor da Big Dog’s Backyard Ultra de 2018, para vencer você precisa decidir que não vai desistir, correr a volta que você está correndo (manter o foco no aqui e agora) e ter tudo preparado para se cuidar durante os intervalos.

Suponha que a pandemia fosse uma Backyard Ultra e que aquele seu amigo (o senhor Universo Top das Galáxias) inscreveu você e não lhe avisou até o dia da prova. Agora aqui está você, no dia 365+ pelejando contra a fadiga física e mental. Lembre-se de que pode ser difícil não pensar em estabelecer uma linha de chegada. Porém, essa não parece ser a melhor estratégia para este tipo de prova, pois aqueles que estabelecem uma linha de chegada tendem a parar na quilometragem pré-estipulada e se arrependem de não ter continuado.

Em estudos nos quais os participantes correram ou pedalaram num ritmo pré-determinado, um grupo foi informado por quanto tempo teria que manter o ritmo e outro não recebeu essa informação. Aqueles sem conhecimento do final relataram menor percepção de esforço e tiveram menor frequência cardíaca. Suas atividades cerebrais passaram das regiões de funções executivas de alta energia para as de padrão de repouso, associadas ao devaneio ou sonhar acordado. Como podemos interpretar esse resultado?

Quando nos preparamos para uma longa jornada, nosso corpo e mente fazem os ajustes necessários. Se não utilizarmos nosso espaço mental e energia estabelecendo uma data para o retorno a ‘normalidade’, cuidarmos da nossa recuperação e sairmos para os próximos 6706m, seja o que quer que eles significarem para você - um treino, um dia de trabalho, tempo com a família - estaremos economizando combustível mental precioso para a próxima ‘hora’.

Parece que a pergunta "posso continuar?" é muito mais provável de receber resposta afirmativa do que a pergunta "posso chegar ao fim?". Lembre-se do sprint final que damos quando vemos a linha de chegada. O estabelecimento de falsas linhas de chegada gera sprints desnecessários. Acabamos queimando a vela pelas duas pontas. Então, que tal manter o foco na volta da vez?

Happy running!

Referências


Backyard Ultra. http://www.backyardultra.com
Big Dog’s Backyard Ultra: Last man Standing. www.youtube.com/watch?v=oeFNtPKqQLI
Coquart, J B J, and M Garcin. “Knowledge of the endpoint: effect on perceptual values.” International journal of sports medicinevol. 2008.
Eston, Roger et al. “Effect of deception and expected exercise duration on psychological and physiological variables during treadmill running and cycling.” Psychophysiology. 2012.
Radel, Rémi et al. “Saving mental effort to maintain physical effort: a shift of activity within the prefrontal cortex in anticipation of prolonged exercise.” Cognitive, affective & behavioral neuroscience. 2017.


 

  • Vidas Corridas -

Silvana Meira

  • Treinadora de corrida e Personal Trainer, CREF: 026100-G/SC;
  • Graduada em Ed. Física, UFPR e em Psicologia, University of California, Berkeley;
  • Corredora Amadora.

Comentários!

Comentários

Seja o primeiro a comentar! : )

Veja também

PAPO DE PROFISSA: Como se planejar para um ano de incertezas?29/12/20 Olá, Corredores! Um ano um tanto quanto atípico se encerra. No entanto, a pandemia de Covid-19 não se despedirá no dia 31 de dezembro. Teremos provas em 2021, a questão é quando e se aquelas nas quais nos inscrevermos ocorrerão. Diante da incerteza, manter o foco na estratégia me parece ser a postural ideal para 2021. Como assim? Estou falando sobre......
PAPO DE PROFISSA: Técnicas de execução para treinamentos de força!30/10/20 Há um componente fundamental para garantia de eficiência e segurança dos exercícios físicos, mas que costuma ser desprestigiado na academia: A TÉCNICA DA EXECUÇÃO. Os praticantes se preocupam mais......
PAPO DE PROFISSA: A anemia pode impactar na performance esportiva?25/05 O ferro faz várias funções no nosso corpo: o transporte e a entrega de oxigênio pelas hemácias, a produção de energia para as mitocôndrias (nossa usina de energia), além de ser imprescindível......

Voltar para Blog

  • Vidas Corridas -