Fale Conosco+55 (49) 99804-4550
Postado em 08 de Junho às 11h30

PAPO DE PROFISSA: Consistência para evoluir na corrida

  • Vidas Corridas -

Consistência é, provavelmente, a palavra mais importante para quem quer evoluir na
corrida.

Em uma era de imediatismos, os esportes de endurance nos lembram que nem tudo se
resolve com pressa. É normal vermos atletas acima de 40 anos atingindo seu pico de
performance e alcançando resultados expressivos, fruto de anos consistentes de
treinamento.

Nascemos com pré-disposição a algo, e isso define muita coisa na nossa vida. Exemplo:
por mais que treinasse duro, é difícil imaginar o Kipchoge (talvez o melhor corredores
de maratona da história) como um lutador da elite do sumô. Isso não quer dizer que
ele está impedido de se aventurar no esporte, apenas nos mostra que, para ser o
melhor dos melhores, é necessário ter o DNA.

Mesmo que você não tenha nascido com os genes de um atleta de elite africano, ainda
assim é possível ser um ótimo corredor. Você apenas precisará adaptar suas
expectativas, trabalhar duro e ter consistência.

Quando fazemos uma sessão de treino, nosso corpo sofre estresse e gera uma
resposta adaptativa. Na próxima vez que você fizer o mesmo treino, o seu corpo
precisará fazer menos esforço, pois já está mais adaptado. Se você continuar fazendo
isso ao longo dos anos, terá mudanças significativas, inclusive mudando o tipo das
fibras musculares, ou seja, sua pré-disposição genética. É isso mesmo, você é o
Kipchoge virando um lutador de sumô.

O problema, porém, é que você depende da continuidade. Assim como tem
capacidade de se adaptar, sem os estímulos necessários nosso corpo volta atrás,
perdendo as adaptações conquistadas até então. É por isso que, mesmo quando você
está em um período de transição e não quer treinar muito, vale a pena fazer treinos
regulares em menor quantidade, assim os benefícios conquistados podem se manter
para quando você decidir encarar o próximo desafio.

Consistência muda sua pré-disposição genética, potencializa sua performance e evita
que você perca seus ganhos em períodos sem competição. Consistência também
mostra qual é o seu estilo de vida. A evolução é lenta, demora anos, porém, parar não
vai acelerar o processo.

  • Vidas Corridas -

Alex Tomé

  • Educador Físico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina;
  • Pós graduado em Fitness na Australian College of Sports & Fitness, em Sydney - Austrália;
  • Pós graduando em Fisiologia e treinamento de endurance;
  • Treinador de corrida;
  • Autor do livro "Correndo com(o) os quenianos".

Comentários!

Comentários

Seja o primeiro a comentar! : )

Veja também

PAPO DE PROFISSA: Exercícios na forma livre, são mais eficientes, saiba por quê?20/04/20A ciência comprova: exercícios na forma livre, sem uso de aparelhos, são mais eficientes. Exercícios livres são exercícios multiarticulares (exercícios que movimentam mais de uma articulação quando executados). Os exercícios livres contam com respaldo de pesquisas recentes que confirmam sua SUPERIORIDADE para melhorar a força, o equilíbrio e a resistência. Esses estudos mostraram um ganho maior em força e......
PAPO DE PROFISSA: Mobilidade Articular 25/05/20Conheça sua importância para a Corrida! Você escutou alguém falar sobre mobilidade articular? Você conhece algum atleta de corrida que dedica 30 minutos do seu dia com treinos de mobilidade articular? Se a sua resposta para alguma dessas perguntas foi NÃO, sugiro que......
PAPO DE PROFISSA: A importância da velocidade crítica para corredores!06/07/20Você sabe o que é velocidade crítica? A velocidade crítica é a maior velocidade que um indivíduo consegue manter por um período de tempo, maior do que 20 minutos, mas geralmente menor do que 40 minutos, pois fisiologicamente não é......

Voltar para Blog

  • Vidas Corridas -