Fale Conosco+55 (49) 99804-4550
Postado em 21 de Setembro às 16h40

PAPO DE PROFISSA: Lesões do joelho, causas e tratamentos!

Saúde (21)
  • Vidas Corridas -

Dor no Joelho?

Já tivestes alguma dor no joelho durante a corrida? Nunca? Bom, estatisticamente falando, em algum momento vais ter. As lesões em corredores acometem de 20 a 79% dos atletas, sendo a maioria delas no joelho. Mas calma, muita calma. A maioria das dores no joelho do corredor são diagnosticáveis e tratáveis.

E como eu avalio isso? Primeiramente é importante determinar quais as características dessa dor e reportar imediatamente ao seu treinador, fisioterapeuta e médico. Os padrões são bastante variáveis. A dor pode ser limitante ou não, pode vir acompanhada de crepitação (barulhinho), inchaço, sensação de falseio, pode ser constante ou intermitente, piora progressiva ou alivia quando aquecemos. A partir daí o exame clínico é O MAIS IMPORTANTE! Uma boa história clínica analisando esses dados comportamentais da dor aliado a um bom exame físico resolve a maioria dos casos.

Mas e por quê às vezes nós médicos solicitamos tantos exames? Muitas vezes os exames de imagem e funcionais são complementares para elucidar melhor o diagnóstico, descartar lesões adicionais e facilitar a vida da equipe que irá desenvolver o tratamento. Mas é importante ressaltar que o EXAME CLÍNICO ainda é o mais importante.
Muitas vezes recebo pacientes assintomáticos que querem fazer uma ressonância magnética apenas para “ver como está por dentro” e aí é que está o problema, como todos nós envelhecemos, a partir de determinada idade, os exames sempre mostram mais do que devem. Isso pode gerar um efeito negativo na mentalidade atleta quando não bem abordado.

E o que causa as lesões nos joelhos de corredores? Primeiramente é preciso diferenciar a causa das dores, se é traumática aguda ou insidiosa. Lesões traumáticas como entorses, fraturas, lesões meniscais e ligamentares são mais raras no corredor de rua.

A maioria das lesões adquiridas surgem com o uso, geralmente por sobrecarga mecânica repetitiva, a execução errônea do gesto biomecânico, desrespeito à planilha de treinamento ou alterações específicas com o uso de calçados inadequados, por exemplo.

Por fim, apenas para citar, as etiologias mais comuns são: síndrome patelo femoral, síndrome da banda atrito iliotibial e tendinopatias. Pretendo falar sobre cada uma delas em posts posteriores.

Lembrem, a maioria das dores no joelho são identificáveis e tratáveis, sendo perfeitamente possível colocar o atleta de volta ao “jogo”. Vamo q vamo.

Daniel Carvalho

Vidas Corridas Daniel Carvalho Médico Ortopedista e Traumatologista com pós graduação em medicina do exercício e do esporte.  Triatleta amador. Coordenador da residência médica...
  • Médico Ortopedista e Traumatologista com pós graduação em medicina do exercício e do esporte. 
  • Triatleta amador.
  • Coordenador da residência médica de Ortop do regional.
  • Professor da graduação de medicina da Unisul.
  • Sócio proprietário do Centro Winner.

Comentários!

Comentários

Seja o primeiro a comentar! : )

Veja também

CORRIDA E DESCANSO: Como o descanso é fundamental - Parte I29/10/19DORMIR É FUNDAMENTAL!      A corrida e descanso são dois pontos fundamentais para um melhor desempenho num treinamento de corrida. Poucos corredores dão atenção devida para essa combinação. Além disso, a questão psicológica e emocional são outros fatores pouco considerados para melhorar seu treinamento de corrida.       Muitas vezes......
DICAS E VANTAGENS: Quando o assunto é dormir!29/10/19        No primeiro post “Dormir é fundamental” ficou evidente que descanso e um sono adequado são essenciais para um melhor desempenho atlético. Historicamente, estudos sobre a privação de......
Projeto: Plante uma Vida21/09Vamos correr juntos pelo nosso planeta? Hoje, 21 de setembro, é comemorado em todo o Brasil o Dia da Árvore. Nós sabemos da importância que as árvores têm em nossas vidas. Elas são indispensáveis na natureza e auxiliam na......

Voltar para Blog

  • Vidas Corridas -