Fale Conosco+55 (49) 99804-4550
Postado em 17 de Agosto às 14h32

PAPO DE PROFISSA: Saiba por que você deve fazer o exame cardiológico!

Saúde (21)
  • Vidas Corridas -

Avaliação cardiológica para a prática de exercícios

Você já se perguntou se está apto e não apresenta risco cardiovascular para realizar atividade física? Você sabia que algumas doenças cardíacas genéticas evoluem de forma assintomática e apresentam a morte súbita como a primeira manifestação, principalmente em jovens (< 35 anos)? A intenção não é gerar apreensão, mas mostrar a importância de realizar avaliação médica para a prática de exercícios, seja para esportistas, atletas amadores ou profissionais.

As Sociedades Brasileiras de Cardiologia e de Medicina do Esporte recomendam a realização de consulta especializada para TODOS OS CANDIDATOS À ATIVIDADE FÍSICA, INDEPENDENTE DA IDADE, realizando uma história clínica minuciosa e exame físico, além do eletrocardiograma de 12 derivações. A orientação de realizar eletrocardiograma em todas as avaliações segue a indicação da Sociedade Europeia, pois a Sociedade Americana não orienta a realização do exame de rotina.

O protocolo europeu é utilizado pelo Comitê Olímpico Internacional, Comitê Olímpico Italiano, FIFA e União Europeia de Futebol (UEFA). Essa orientação tem como base principal um estudo italiano, que acompanhou atletas por 25 anos (tinham de 12 a 35 anos de idade) e mostrou que a avaliação com história clínica + exame físico + eletrocardiograma se mostrou efetiva em reduzir em quase 90% a incidência anual de morte súbita nos atletas do nordeste italiano que participaram do estudo.

Na anamnese clínica, além dos sintomas, é muito importante investigar a história familiar de doença cardiovascular e morte súbita, pois essas informações podem ser a chave para a investigação dos descendentes. Algumas das doenças congênitas/genéticas que podem ser citadas são: Cardiomiopatia Hipertrófica (principal causa de morte súbita em jovens), Displasia Arritmogênica do Ventrículo Direito, síndrome do QT Longo, síndrome de Brugada, síndrome de Lenegre-Lev, síndrome de Wolff-Parkinson-White, Síndrome de Marfan, origem anômala da artéria coronária, entre outras. No Brasil, especificamente, também é importante investigar Doença de Chagas, pois ainda temos zonas endêmicas. Além de doenças sexualmente transmissíveis, como a Sífilis, que pode causar alterações aórticas.

Já nos pacientes com mais de 35-40 anos, a investigação de doença coronariana torna-se mais importante, principalmente na presença de fatores de risco, como: hipertensão, diabetes, dislipidemia, tabagismo e obesidade. Em casos individualizados e específicos, podem ser utilizados exames complementares como o teste ergométrico, ergoespirometria, ecocardiograma, Holter e ressonância magnética cardíaca.

Além das doenças cardíacas citadas, não podemos deixar de mencionar que também existem substâncias utilizadas por atletas que podem levar à morte súbita, como por exemplo: cocaína, maconha, ecstasy, esteroides anabolizantes, efedrina, anfetaminas, entre outras. E o risco pode ser muito elevado na associação dos dois fatores: doença cardíaca e uso dessas substâncias.

Importante lembrar que a avaliação não é feita somente uma vez na vida, mas de forma periódica, conforme orientação do médico. A prática de exercícios é muito importante para uma vida saudável, mas deve ser praticada com segurança e sem riscos.

  • Vidas Corridas -

Wilton César Eckert

  • Medicina pela UFRGS.
  • Cardiologista e Ecocardiografista. Santa Casa de Porto Alegre.
  • Pós-graduação em Medicina do Esporte e do Exercício.
  • Corredor amador.

Comentários!

Comentários

Seja o primeiro a comentar! : )

Veja também

Papo de Profissa: Você acredita que beber cerveja dá barriga? 11/05Mito ou Verdade ? Muitos ainda acreditam que a “barriga conquistada com orgulho” por muitos homens é da cerveja. Porém para os demais ou a grande maioria, isso é um grande incômodo. A verdade é que de fato a cerveja levou a fama de engordar os homens e desde de então virou a grande culpada. Se você olhar “sobriamente” para os fatos, notará que a......
PAPO DE PROFISSA: Controlando a ansiedade em tempos de Pandemia08/04Psicologia do esporte e o controle da ansiedade dos corredores Olá, Corredores! Espero que você e seus familiares estejam saudáveis, seguros e fazendo sua parte para "achatar a curva" de contágio da pandemia. Apesar da minha formação acadêmica em......
Projeto: Plante uma Vida21/09Vamos correr juntos pelo nosso planeta? Hoje, 21 de setembro, é comemorado em todo o Brasil o Dia da Árvore. Nós sabemos da importância que as árvores têm em nossas vidas. Elas são indispensáveis na natureza e auxiliam na......

Voltar para Blog

  • Vidas Corridas -