Fale Conosco+55 (49) 99804-4550
Postado em 04 de Outubro às 09h44

PAPO DE PROFISSA: Se eu parar, quanto tempo leva para perder o condicionamento físico?

Corrida (32)Saúde (24)

É comum que atletas e corredores amadores parem de correr por algum tempo. Mesmo que não seja uma escolha, quanto tempo será que conseguimos manter o condicionamento físico assim que paramos?

Sabemos que não é tarefa fácil ficar em boa forma, mas é fato que perder a “boa forma” é muito mais rápido do que o tempo que levamos para conquistá-lo. Para compreender porque perdemos o condicionamento físico é necessário explicar como conquistamos.

O nosso corpo fica mais forte ou mais adaptado a partir do momento que estressamos o nosso sistema a um esforço fora do habitual. O tempo que leva para ele se adaptar a esse esforço depende de alguns fatores: Nível de condicionamento físico atual, idade, tipo de exercício, volume de exercício, tempo de exercício e até mesmo o ambiente de treino pode influenciar.

Mas, alguns estudos indicam que com apenas seis sessões de treinamento intervalado é capaz de aumentar o consumo máximo de oxigênio (vo2 máx). E o que seria isso?

Vo2 máx é uma medida utilizada para caracterizar a capacidade que o seu corpo tem de abastecer de energia na medida que você gasta durante o exercício. Quando paramos de correr, por exemplo, a rapidez que perdemos o condicionamento também depende de alguns fatores, como citamos anteriormente.

Vejamos o seguinte exemplo para entender na prática como isso ocorre:

Se você é um corredor amador que treina em média 5x na semana 10km, folgando na quarta e no sábado, você corre 50km totais. Caso você pare de treinar completamente seu corpo não sofrerá mais esse estresse para manter esse condicionamento, logo em 2 a 3 semanas você diminuirá em torno de 10% a sua aptidão cardiorrespiratória. Porém quanto mais treinado menor será a perda ao longo das semanas.

A razão pela qual diminui o Vo2 máx é devido a um menor volume de sangue e plasma circulante durante o esforço físico a cada batimento cardíaco. Seu corpo ao perceber essa diminuição de volume ajusta o seu sistema cardiovascular a condição atual e seus níveis de volume plasmático e sanguíneo voltam aos níveis anteriores.

Portanto, mesmo que parar não seja uma escolha, quanto mais treinado você for, menor é o declínio do seu condicionamento físico. Também é válido lembrar que não há diferença no nível de condicionamento entre os gêneros.

 

Bons treinos!

  • Vidas Corridas -

Ricardo Bombom

  • Especialista em Fisiologia e Biomecânica do exercício físico - Faculdade Inspirar
  • Especialista em Fisiologia e Biomecânica avançada do exercício físico - Univali
  • Especialista Biomecânica aplicada a capacitação profissional e atuação na área de treinamento e reabilitação - Univali
  • CREF:14898-G/SC

Comentários!

Comentários

Seja o primeiro a comentar! : )

Veja também

PAPO DE PROFISSA: O treino causa dor muscular. Bom ou Ruim?27/07 Pode ser bom, quando há recuperação do dano muscular com a melhora da performance, ganho de força, resistência e potência. Pode ser RUIM, quando o dano muscular intenso causa dores, inflamações, diminui funções musculares, prejudica os treinos diários pelo desconforto muscular, além de aumentar a chance de lesões......
PAPO DE PROFISSA: Lesões do joelho, causas e tratamentos!21/09/20Dor no Joelho? Já tivestes alguma dor no joelho durante a corrida? Nunca? Bom, estatisticamente falando, em algum momento vais ter. As lesões em corredores acometem de 20 a 79% dos atletas, sendo a maioria delas no joelho. Mas calma, muita calma. A......
PAPO DE PROFISSA: Torne sua corrida mais eficiente seguindo essa dica!04/09/20Educativos de Corrida - Aprendizagem e Performance motora Boa parte de nosso dia é gasta desempenhando atividades que exigem um controle motor, desde levantar-se da cama, segurar um copo, caminhar, correr, saltar, arremessar. Estes são gestos motores que vamos aprendendo no decorrer da vida, muitos......

Voltar para Blog

  • Vidas Corridas -