Fale Conosco+55 (48) 99184-2831

inicial-marcas

Aba 1

O MELHOR PARA SUA CORRIDA!

A partir de R$ 699,90
Adicionar ao Carrinho
A partir de R$ 699,90
Adicionar ao Carrinho
A partir de R$ 399,90
Adicionar ao Carrinho
A partir de R$ 399,90
Adicionar ao Carrinho
A partir de R$ 59,90
Adicionar ao Carrinho
A partir de R$ 649,90
Adicionar ao Carrinho

Aba 1

Aba 1

Atendimento Virtual
Personalizado

Nome Completo
WhatsApp
E-mail
Sugestão horário de atendimento:
Data
Motivo do atendimento:
Resolva :

inicial-fique-informado

Fique Informado

  • 24/11/2020 PAPO DE PROFISSA: O que lesiona mais: volume ou intensidade de treino?
    Uma das maiores causas de aparecimento de lesões nos corredores tem a ver com o acréscimo de carga na planilha de treino sem as devidas adaptações. Vou dar um exemplo:...
    Uma das maiores causas de aparecimento de lesões nos corredores tem a ver com o acréscimo de carga na planilha de treino sem as devidas adaptações. Vou dar um exemplo: um corredor que estava habituado a correr 15km/semana divididos em 3 treinos de 5km, subitamente aumenta seu volume semanal para 60km/semana porque se inscreveu em uma maratona. Ou ainda aquela corredora que quer baixar seu pace e resolve fazer tiros de 200 e 400m a uma intensidade muito forte a que não estava acostumada. Sabemos que as variações de volume e intensidade são muito importantes para o ganho de performance no atleta, mas muitas vezes o acréscimo não bem orientado ou de forma muito abrupta pode propiciar o aparecimento daquela dor indesejada e impedir a realização dos treinos. Sendo assim, muitos atletas me perguntam no consultório: o que é mais “perigoso”: subir o volume de treino ou a intensidade bruscamente? Bom, apesar de, teoricamente o volume de treinamento influenciar mais, pois acarreta maior tempo de exposição ao agente causal (no caso a corrida) não existe um consenso na literatura. Até porque, o padrão das lesões encontradas no elevado volume e intensidade, pode diferir um pouco. Mas ambas as mudanças podem lesionar. Em setembro de 2018, a JOSPT, uma das mais conceituadas revistas de Fisioterapia Ortopédica e desportiva publicou um belo artigo randomizado comparando os riscos de surgimento de lesões em ambos os casos (volume e intensidade). Foram 447 corredores divididos em subgrupos onde um grupo trabalhava com ganho de intensidade a cada treino, trabalhando acima de 88% do VO2 máximo enquanto o outro grupo a cada semana aumentava sistematicamente a distância percorrida. Ao longo de 16 semanas, foram encontradas 80 lesões, sendo que não houve diferença entre os grupos na sua incidência. Mas uma coisa se mostrou bastante evidente, em 16 semanas, quase 20% dos corredores se lesionaram devido a uma mudança importante na planilha de treinamento. Lesões acontecem. Faz parte do jogo. Mesmo assim devemos sempre fazer de tudo para evitá-las ou minimizá-las. Sendo assim, sugiro sempre ao encarar um novo desafio, trocar uma ideia com sua equipe (médico, preparador físico, fisioterapeuta, nutricionista, etc) para adequar sua planilha de forma mais parcimoniosa e coerente possível. Vamo q vamo ! 
    Ver mais
  • 16/11/2020 PAPO DE PROFISSA: Você tem o hábito de contar as calorias gastas?
    Não!!! Entretanto essa é uma prática muito comum entre homens e mulheres. Há uma ideia de censo comum entre as pessoas que os exercícios aeróbios...
    Não!!! Entretanto essa é uma prática muito comum entre homens e mulheres. Há uma ideia de censo comum entre as pessoas que os exercícios aeróbios "queimam" mais calorias e por isso poderiam equilibrar o excesso de calorias consumidas do dia. Se você faz exercícios físicos pensando em quanto você pode consumir a mais de alimentos por ter gasto as calorias depois de ter finalizado, esse é o seu erro. Temos a falsa a impressão que o exercício físico é significativo para o processo do emagrecimento, mas ele não é. Isso mesmo que você leu: ele não é! No entanto, isso não quer dizer que o exercício físico não seja importante na sua vida. Ele é extremamente essencial no que tange a saúde e alteração da sua composição corporal. Mas se você deseja emagrecer, o seu foco deve ser na dieta, criando estratégia de déficit calórico diário para a perda de gordura e com isso enfatizar os benefícios que você terá ao se alimentar de um maneira coerente com o seu objetivo. Digo isso porque no geral, as pessoas que buscam o emagrecimento tendem a realizar exercícios aeróbicos contabilizando as calorias gastas que verificam nos equipamentos, celulares e relógios. Contudo, essa estratégia costuma falhar, pois as calorias gastas em um exercício intenso de 1 hora são facilmente repostas na sua primeira refeição pós treino. Então, se você quer emagrecer, ficar saudável, melhorar sua definição corporal, ter mais disposição no seu dia e dormir melhor minha sugestão é: - Faça dieta; - Pratique exercício físico diariamente, sem dar importância ao número de calorias que o seu dispositivo te mostra; - Reforce a ideia em sua mente dos benefícios em mudar seus hábitos alimentares; - Iniba a comidas inimigas do seu objetivo, começando pelas compras; - Torne sua recompensa por se alimentar corretamente em seu desafio atraente e motivador. Crie seus bons hábitos e bons treinos!
    Ver mais

newsletter

Fique informado

E-mail
Nome
Telefone
Resolva :

inicial-imgs-topo

  • Vidas Corridas -
  • Vidas Corridas -
  • Vidas Corridas -
  • Vidas Corridas -

ESTAMOS CONSTRUINDO, LOGO TEM NOVIDADES

Últimos Adicionados:

A partir de R$ 699,90
Adicionar ao Carrinho
A partir de R$ 699,90
Adicionar ao Carrinho
A partir de R$ 399,90
Adicionar ao Carrinho
  • Vidas Corridas -